Santo do Dia‎ > ‎

08 de abril

 
 
Pascom
Pascom
 Youtube
Paróquia
https://www.facebook.com/terco.d.homens
Terço dos
Homens
Google+
Paróquia 

Pascom 
Pinterest
Paróquia
Terço dos Homens
Terço dos
Homens 
   

Curta Nosso Site.







Santo Alberto, homem de oração, de vida sacramental e mariano

08 de abril    

Santo Alberto, apaixonado por Deus, por sua Igreja, pela verdade e pelo mistério pascal

Bispo e patriarca de Jerusalém, proposto como herói do Cristianismo, nasceu na Itália, por volta de 1150. Ainda jovem, tornou-se frade agostiniano e após ser ordenado sacerdote chegou a ser prior da Comunidade.  Logo em seguida foi nomeado bispo de Bóbbio e de Vercelli, grandes dioceses na Itália Setentrional.
Tão responsável pela salvação das almas, foi bispo zeloso e prudente, incansável nos deveres pastorais, bondoso e condescendente,  e, por seu espírito conciliador, escolhido como árbitro nas questões de litígio. Homem santo, de intensa vida de oração e caridade, sua fama de santidade chegou até a Palestina. Ao vagar a sede de Jerusalém, o próprio clero solicitou ao Papa Inocêncio III o bispo Alberto para seu novo bispo.
Jerusalém encontrava-se sob o domínio dos sarracenos e tornava-se necessário um braço enérgico a fim de salvar o Cristianismo na Terra Santa, novamente reconquistada pelos maometanos.
Prudente, Santo Alberto procurou de início conhecer bem a situação da Igreja,  buscando a luz do Alto, com jejuns e orações,  para melhor socorrer a cristandade na terra de Cristo. A santidade do bispo levou-o a ter grande prestígio não só entre os cristãos, mas também entre os inimigos da cruz. A Igreja viu voltar ao seu seio muitos dos que haviam abandonado a fé sob a pressão dos maometanos e muitos outros que viviam no pecado e no vício, converteram-se e retornaram contritos. O santo foi amado por muitos, mas também odiado por outros.
No dia 14 de setembro de 1214, Festa da Exaltação da Santa Cruz, Santo Alberto rodeado pelo seu clero, presidia as funções religiosas, quando um criminoso fanático anti-cristão entrou e o apunhalou, morreu perdoando e unindo o seu sangue ao Sangue de Cristo.

Foi muito pranteado pelos fiéis, mas a causa santa por que ele viveu e defendeu continua viva, e mesmo se passando oito séculos ele continua venerado como herói da Cristandade.


Santo Alberto, rogai por nós!

Comments