AMIGOS DO TERÇO

Inicio 21/09/2009

Papelaria Print Art Fone: 3282.0985

Nos Indique

Atividade recente no site

RECOMENDE O SITE

Formação‎ > ‎

O que são os Símbolos da fé?


 

 

COMENTÁRIO DO CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA

 

33. O que são os Símbolos da fé?

 

o rmulas articuladas, chamadas também de "profissões de " ou "credo", com as quais a Igreja, desde suas origens, expressou de modo sintético e transmitiu a própria com uma linguagem normativa e comum a todos os fiéis

 

A palavra símbolo, em grego, significa "juntar as partes". É como quando você vai pegar o ônibus, de sua passagem é destacada uma parte que fica com o motorista e outra com você. Nem a parte do motorista sozinha vale nem a sua sozinha; é necessário juntar as duas partes para ver se há entre elas harmonia e unidade.

Assim são os símbolos da fé, não é só nossa fé subjetiva, mas deve ser sempre confrontada com o que a Igreja nos diz e ensina a crer.

Nossa adesão aos mistérios de fé, revelada e anunciada pela Igreja, nos faz Igreja. s necessitamos de fórmulas que sejam claras para que nossa fé possa ser testemunhada e defendida. Nem sempre conseguimos compreender tudo, mas cremos no que a Igreja nos propõe a crer. E sabemos que, quando a Igreja fala de fé, de moral, ela é assistida numa forma especial pelo Espírito Santo e é infalível, isto é, não pode errar. A palavra da Igreja é palavra de Jesus, na qual podemos ter a certeza e na qual lançar nos as redes, mesmo nas noites difíceis da vida (Lc 5,4).

Essas fórmulas são chamadas também de "profissão de fé" ou "credo", porque as confessamos e publicamente assumimos nossa responsabilidade de crisos. Dois são os credos mais famosos que fazem parte dos símbolos da fé, sobre cujos artigos iremos refletindo lentamente. O credo chamado "símbolo dos apóstolos" e o credo mais comprido e mais desenvolvido, conhecido como "credo niceno­constantinopolitano", versão mais longa que nem sempre rezamos na missa. Muitas vezes, na Eucaristia, professamos a fé mais com o símbolo dos apóstolos.

O credo é como uma ladainha bem articulada, uma síntese bem preparada das verdades fundamentais da fé que cada batizado deve crer para ser católico. São dogmas de fé. Nem todos os dogmas de fé nos são possível compreender plenamente, mas nós cremos e sabemos que: A fé é o fundamento do que se espera e a convicção das realidades que não se vêem (Hb 11,1).

A linguagem dos símbolos de nossa fé é simples e fácil de ser memorizada. Cada criança na catequese aprende ou deveria aprender de cor os dois "símbolos" para saber desde o início em seu caminho em que deve crer. Vale a pena de vez em quando, no silêncio de nossa oração, meditar o credo frase por frase e dizer com Pedro para Jesus:

 
"Creio Senhor, mas aumentai a minha fé!"

 

 

(Frei Patrício Sciadini, ocd)

 
 
 
 
 
 
 

 
 
 
 
 
 
"Terço dos Homens Paróquia São Pedro e São Paulo, Evangelizando para melhorar o Brasil e o Mundo"
Participe sempre e convide um amigo.
 
Comments