Novenas‎ > ‎

Novena da família


 Compartilhe.



  


   

Novena breve da família:

By Pe. Faus on January 13, 2015

Esta “Novena breve da Família” tem como finalidade acompanhar o desejo do Papa Francisco de refletir sobre o valor divino da família cristã e de rezar pelo bem da família, preparando assim ao longo do ano os frutos do Sínodo da Família, que será celebrado em outubro de 2015.

A Novena pode ser praticada individualmente, em família ou em comunidade, ao longo de várias semanas, sem necessidade de fazê-la em dias consecutivos.
 
———————————

———————————


1º DIA: O MATRIMÔNIO, VOCAÇÃO DIVINA

Reflexão: Palavras de São Josemaria 

1) Para um cristão, o matrimônio não é uma simples instituição social, e menos ainda um remédio para as fraquezas humanas: é uma autêntica vocação sobrenatural.Sacramento grande em Cristo e na Igreja, diz São Paulo (Ef 5, 32), e, ao mesmo tempo e inseparavelmente, contrato que um homem e uma mulher estabelecem para sempre, porque – queiramos ou não – o matrimônio instituído por Nosso Senhor Jesus Cristo é indissolúvel: sinal sagrado que santifica, ação de Jesus que se apossa da alma dos que se casam e os convida a segui-lo, transformando toda a vida matrimonial em um caminho divino sobre a terra (É Cristo que passa, n. 23). 

2)  É importante que os esposos adquiram o sentido claro da dignidade de sua vocação, sabendo que foram chamados por Deus para atingir também o amor divino através do amor humano: que foram escolhidos, desde a eternidade, para cooperar com o poder criador de Deus, pela procriação e depois pela educação dos filhos; que o Senhor lhes pede que façam, do seu lar e da vida familiar inteira, um testemunho de todas as virtudes cristãs (Questões atuais do Cristianismo, n. 93). 

INTENÇÕES

Peçamos a Deus nosso Senhor, por intercessão de São Josemaria:           

A) Que nos faça compreender a grandeza do casamento cristão; que entendamos que se trata de uma vocação divina e de uma missão que Ele nos confia: formar uma família cristã. 

B) Que nos conceda a alegria de perceber que o nosso matrimônio e a nossa família são um caminho divino, no qual podemos e devemos seguir a Cristo e imitar o seu amor e a sua entrega. 

C)  Que confiemos em que o Espírito Santo nos cumula com suas bênçãos para enfrentar fielmente todas as responsabilidades e problemas da vida familiar. Que não esqueçamos nunca que Deus nos acompanha, fortalece e ampara com a graça do Sacramento do Matrimônio.

Rezar a oração a São Josemaria: 

Ó Deus, que, por mediação da Santíssima Virgem Maria, concedestes inumeráveis graças a São Josemaria, sacerdote, escolhendo-o como instrumento fidelíssimo para fundar o Opus Dei, caminho de santificação no trabalho profissional e no cumprimento dos deveres cotidianos do cristão, fazei que eu saiba também converter todos os momentos e circunstâncias da minha vida em ocasião de Vos amar, e de servir com alegria e com simplicidade a Igreja, o Romano Pontífice e as almas, iluminando os caminhos da terra com o resplendor da fé e do amor. Concedei-me  por intercessão de São Josemaria o favor que vos peço (peça-se). Assim seja.

Pai-nosso, Ave-Maria, Glória

————————–

2º DIA: O MATRIMÔNIO, CAMINHO DE SANTIDADE

Reflexão: Palavras de São Josemaria

1) Esta é a vontade de Deus, a vossa santificação (1 Tes 4, 3). É o que hoje, uma vez mais, proponho a mim mesmo, recordando-o também a quantos me ouvem e à humanidade inteira: esta é a Vontade de Deus, que sejamos santos [...] E que diz aos casados? E às viúvas? E aos jovens? [...] Costumo frisar que Jesus Cristo Nosso Senhor pregou a boa nova a todos, sem distinção alguma [...]. Chama cada um à santidade e a cada um pede amor; a jovens e velhos, a solteiros e casados, a sãos e enfermos, a cultos e ignorantes; trabalhem onde trabalharem, estejam onde estiverem (Amigos de Deus, n. 294). 

2) Os casados estão chamados a santificar o seu matrimônio e a santificar-se a si próprios nessa união; por isso, cometeriam um grave erro se edificassem a sua conduta espiritual de costas para o lar, à margem do lar. A vida familiar, as relações conjugais, o cuidado e a educação dos filhos, o esforço necessário para manter a família, para garantir o seu futuro e melhorar as suas condições de vida, o convívio com as outras pessoas que constituem a comunidade social, tudo isso são situações humanas, comuns, que os esposos cristãos devem sobrenaturalizar [santificar] (É Cristo que passa, n. 23).

INTENÇÕES

Peçamos a Deus nosso Senhor, por intercessão de São Josemaria:

A) Que compreendamos que, vivendo os deveres conjugais e familiares com amor e de olhos postos em Deus, podemos santificar-nos; ou seja, podemos ir atingindo, passo a passo, a plenitude do ideal cristão.

B) Que Ele ponha no nosso coração o entusiasmo por alcançar a santidade, pois a vocação a esse ideal, como ensinava São Josemaria e a Igreja proclama, é para todos os batizados: solteiros, casados, viúvos.

C) Que nos ajude a criar um autêntico ambiente de família, que saibamos lutar para viver aquelas virtudes que mais nos levem a “ser e a fazer família”: o carinho abnegado, a humildade e o esquecimento próprio, a compreensão, a grandeza de coração para perdoar, enfim, tudo o que contribua para vencer as mesquinharias do egoísmo e fazer triunfar o amor.

Rezar a oração a São Josemaria: 

Ó Deus, que, por mediação da Santíssima Virgem Maria, concedestes inumeráveis graças a São Josemaria, sacerdote, escolhendo-o como instrumento fidelíssimo para fundar o Opus Dei, caminho de santificação no trabalho profissional e no cumprimento dos deveres cotidianos do cristão, fazei que eu saiba também converter todos os momentos e circunstâncias da minha vida em ocasião de Vos amar, e de servir com alegria e com simplicidade a Igreja, o Romano Pontífice e as almas, iluminando os caminhos da terra com o resplendor da fé e do amor. Concedei-me  por intercessão de São Josemaria o favor que vos peço (peça-se). Assim seja.

Pai-nosso, Ave-Maria, Glória

————————–

3º DIA: O  AMOR CRISTÃO

Reflexão: Palavras de São Josemaria

1) O amor tem necessariamente as suas manifestações características. Às vezes, fala-se do amor como se fosse um impulso para a satisfação própria, ou um simples recurso para completarmos em moldes egoístas a nossa personalidade. E não é assim: o amor verdadeiro é sair de si mesmo, entregar-se. O amor traz consigo a alegria, mas é uma alegria com as raízes em forma de cruz (É Cristo que passa, n. 43).

2)  Cada um de nós tem seu feitio, seus gostos pessoais, seu gênio – seu mau gênio, por vezes – e seus defeitos. Cada um tem também coisas agradáveis em sua personalidade, e, por isso, e por muitas mais razões, pode ser amado. O convívio é possível quando todos se empenham em corrigir as deficiências próprias e procuram passar por alto as faltas dos outros; isto é, quando há amor que anule e supere tudo o que falsamente poderia ser motivo de separação ou de divergência (Questões atuais do Cristianismo, n. 108).

INTENÇÕES

Peçamos a Deus nosso Senhor, por intercessão de São Josemaria:

A) Que nunca consideremos o casamento como uma solução para a nossa realização egoísta, como um modo de exercer o “direito de ser feliz”. Que não esqueçamos que é uma vocação de amor, que encontra mais alegria em dar do que em receber.

B) Que alcancemos o amor autêntico, que consiste em querer o bem dos outros (esposa, marido, filhos):  aquilo que os pode ajudar a ser melhores, o que contribua para aumentar o carinho entre todos.

C) Que todos nos empenhemos em corrigir o nosso mau gênio, as instabilidades de caráter, o nosso egoísmo, os defeitos que prejudicam a convivência. Que saibamos ter compreensão e paciência com as faltas alheias, sem exagerá-las nem dramatizar os problemas.

Rezar a oração a São Josemaria: 

Ó Deus, que, por mediação da Santíssima Virgem Maria, concedestes inumeráveis graças a São Josemaria, sacerdote, escolhendo-o como instrumento fidelíssimo para fundar o Opus Dei, caminho de santificação no trabalho profissional e no cumprimento dos deveres cotidianos do cristão, fazei que eu saiba também converter todos os momentos e circunstâncias da minha vida em ocasião de Vos amar, e de servir com alegria e com simplicidade a Igreja, o Romano Pontífice e as almas, iluminando os caminhos da terra com o resplendor da fé e do amor. Concedei-me  por intercessão de São Josemaria o favor que vos peço (peça-se). Assim seja.

Pai-nosso, Ave-Maria, Glória

————————–

4º DIA: O AMOR DE CADA DIA

Reflexão: Palavras de São Josemaria

1) Não esqueçam [os esposos] que o segredo da felicidade conjugal está no cotidiano, não em sonhos. Está em encontrar a alegria escondida de chegarem ao lar; no relacionamento afetuoso com os filhos; no trabalho de todos os dias, em que toda a família colabora; no bom-humor perante as dificuldades, que é preciso enfrentar com espírito esportivo (Questões atuais do Cristianismo, n. 91).

2) [Para as esposas] É sempre atual o dever de vos apresentardes amáveis como quando éreis noivas, dever de justiça, porque pertenceis ao vosso marido; e ele não deve esquecer, igualmente, que é vosso e que conserva a obrigação de ser, durante toda a vida, afetuoso como um noivo. Mau sinal se sorrísseis ao lerdes este parágrafo: seria sinal evidente de que o afeto familiar se havia convertido em gélida indiferença (É Cristo que passa, n. 26).

INTENÇÕES

Peçamos a Deus nosso Senhor, por intercessão de São Josemaria:

A) A graça de não cairmos nunca na rotina e o cansaço no modo de agir, procurando cultivar o carinho no relacionamento mútuo, a alegria ao cumprimentar-nos, a delicadeza com que pedimos e agradecemos os favores e o esmero com que cuidamos das coisas da casa.

B) Que os esposos nos tratemos sempre “como se fôssemos noivos” (como aconselhava São Josemaria); que pensemos nas alegrias cotidianas que podemos dar um ao outro e aos filhos.

C) Que não permitamos que a televisão, o computador, a Internet, o smartphone, os videogames –  eliminem os tempos de intimidade ou as conversas da família à hora das refeições, ou os momentos de confidências a sós entre os esposos e entre pais e filhos.

Rezar a oração a São Josemaria: 

Ó Deus, que, por mediação da Santíssima Virgem Maria, concedestes inumeráveis graças a São Josemaria, sacerdote, escolhendo-o como instrumento fidelíssimo para fundar o Opus Dei, caminho de santificação no trabalho profissional e no cumprimento dos deveres cotidianos do cristão, fazei que eu saiba também converter todos os momentos e circunstâncias da minha vida em ocasião de Vos amar, e de servir com alegria e com simplicidade a Igreja, o Romano Pontífice e as almas, iluminando os caminhos da terra com o resplendor da fé e do amor. Concedei-me  por intercessão de São Josemaria o favor que vos peço (peça-se). Assim seja.

Pai-nosso, Ave-Maria, Glória

————————–

5º DIA: LARES LUMINOSOS E ALEGRES

Reflexão: Palavras de São Josemaria

1) A fé e a esperança têm que manifestar-se na serenidade com que se encaram os problemas, pequenos ou grandes, que surgem em todos os lares, no ânimo alegre com que se persevera no cumprimento do dever. Assim, a caridade inundará tudo e levará a compartilhar as alegrias e os possíveis dissabores, a saber sorrir, esquecendo as preocupações pessoais para atender os demais; a escutar o outro cônjuge ou os filhos, mostrando-lhes que são queridos e compreendidos de verdade; e não dar importância a pequenos atritos que o egoísmo poderia converter em montanhas; a depositar um amor grande nos pequenos serviços de que se compõe a convivência diária (É Cristo que passa, n. 23).

2) É verdadeiramente infinita a ternura de Nosso Senhor. Reparemos com que delicadeza trata os seus filhos. Fez do matrimônio um vínculo santo, imagem da união de Cristo com a sua Igreja (cf. Ef 5,32), um grande Sacramento em que se alicerça a família cristã, que há de ser, com a graça de Deus, um ambiente de paz e de concórdia, escola de santidade [...]. Quando se vive o matrimônio como Deus quer, santamente, o lar torna-se um recanto de paz, luminoso e alegre (É Cristo que passa, n. 78).

INTENÇÕES

Peçamos a Deus nosso Senhor, por intercessão de São Josemaria:

A) Que nos conceda a graça de não exagerar as contrariedades, os conflitos e as dificuldades diárias; que saibamos ter grandeza de alma para aceitá-las e oferecê-las a Deus com alegria.

B) Que sejamos capazes de cobrir com um sorriso o sacrifício da nossa dedicação, a nossa paciência com os defeitos dos outros, e também o nosso cansaço.

C) Que saibamos dar sempre um tom otimista às nossas conversas; que evitemos juízos ou comentários pessimistas sobre os acontecimentos e as pessoas.

Rezar a oração a São Josemaria: 

Ó Deus, que, por mediação da Santíssima Virgem Maria, concedestes inumeráveis graças a São Josemaria, sacerdote, escolhendo-o como instrumento fidelíssimo para fundar o Opus Dei, caminho de santificação no trabalho profissional e no cumprimento dos deveres cotidianos do cristão, fazei que eu saiba também converter todos os momentos e circunstâncias da minha vida em ocasião de Vos amar, e de servir com alegria e com simplicidade a Igreja, o Romano Pontífice e as almas, iluminando os caminhos da terra com o resplendor da fé e do amor. Concedei-me  por intercessão de São Josemaria o favor que vos peço (peça-se). Assim seja.

Pai-nosso, Ave-Maria, Glória

————————–

6º DIA: SUPERAR, COM DEUS, AS CRISES E DIFICULDADES NO CASAMENTO

Reflexão: Palavras de São Josemaria

1) Marido e mulher devem crescer em vida interior e aprender da Sagrada Família a viver com delicadeza [...] as virtudes do lar cristão. [...] É necessário aprender a calar, a esperar e a dizer as coisas de modo positivo, otimista. Quando ele se zanga, é o momento de ela ser especialmente paciente, até chegar de novo à serenidade; e vice-versa. Se há afeto sincero e preocupação por aumentá-lo, é muito difícil que os dois se deixem dominar pelo mau humor no mesmo instante… (Questões atuais do Cristianismo, n. 108).

2) Um último conselho: não briguem nunca diante dos filhos. Para conseguir isso, basta ficarem de acordo com uma palavra, com um olhar, com um gesto. Discutirão depois, com mais serenidade, se não forem capazes de evitá-lo (Questões atuais do Cristianismo, n. 108).

INTENÇÕES

Peçamos a Deus nosso Senhor, por intercessão de São Josemaria:

A) Que compreendamos que todas as “crises” matrimoniais podem ser uma chamada de Deus para aprofundarmos juntos nas causas das desavenças e brigas, e assim podermos superá-las e iniciar uma nova etapa no casamento.

B) Que saibamos ter a sinceridade de reconhecer que, quando dizemos “não aguento mais”, lá no fundo sabemos que, rezando com fé e aproximando-nos mais de Deus, poderemos levantar a Cruz mais alta e carregá-la com alegria.

C) Que o que padeceu uma injustiça veja claramente que agora precisa ficar mais perto de Deus.  E que aquele que provocou com seu comportamento essa ferida, pense que Deus lhe pede a humildade de arrepender-se, de pedir perdão com toda a sinceridade e de reparar, procurando compensar o melhor possível o mal causado.

Rezar a oração a São Josemaria: 

Ó Deus, que, por mediação da Santíssima Virgem Maria, concedestes inumeráveis graças a São Josemaria, sacerdote, escolhendo-o como instrumento fidelíssimo para fundar o Opus Dei, caminho de santificação no trabalho profissional e no cumprimento dos deveres cotidianos do cristão, fazei que eu saiba também converter todos os momentos e circunstâncias da minha vida em ocasião de Vos amar, e de servir com alegria e com simplicidade a Igreja, o Romano Pontífice e as almas, iluminando os caminhos da terra com o resplendor da fé e do amor. Concedei-me  por intercessão de São Josemaria o favor que vos peço (peça-se). Assim seja.

Pai-nosso, Ave-Maria, Glória

————————–

7º DIA: COLABORADORES DE DEUS

Reflexão: Palavras de São Josemaria

1) O Senhor santifica e abençoa o amor do marido pela mulher e o da mulher pelo marido: estabelece não somente a fusão de suas almas, mas também a de seus corpos [...]. O Criador deu-nos a inteligência, que é como uma centelha do entendimento divino, e que nos permite –  mediante a vontade livre, outro dom de Deus –  conhecer e amar; e deu ao nosso corpo a possibilidade de gerar, que é como uma participação do seu poder criador. Deus quis servir-se do amor conjugal para trazer novas criaturas ao mundo e aumentar o corpo da sua Igreja (É Cristo que passa, n. 24).

2) Abençoo os pais que, recebendo com alegria a missão que Deus lhes confia, têm muitos filhos. Convido os casais a não estancarem as fontes da vida, a terem sentido sobrenatural e coragem para manter uma família numerosa, se Deus a envia (Questões atuais do Cristianismo, n. 94).

INTENÇÕES

Peçamos a Deus nosso Senhor, por intercessão de São Josemaria:

A) Que saibamos agradecer-lhe todos os dias o grande dom dos filhos e vejamos na sua educação uma parte importante da missão que Deus nos confiou. E que se, porventura, algum dos nossos filhos nasceu com alguma deficiência física ou mental, não esqueçamos nunca que foi criado à imagem de Deus e destinado a participar eternamente do seu amor.

B) Que tenhamos a generosidade, a fé e a coragem de receber de Deus todos os filhos que, honesta e generosamente, possamos criar e educar; e que, se alguma vez há motivos objetivamente graves para adiar por algum tempo ou indefinidamente a vinda de filhos, saibamos seguir fielmente (pedindo o conselho e a orientação oportunos) as indicações da Igreja sobre os métodos naturais corretos de protelar a gravidez.

C) [Para os que não tiveram filhos] Que estejamos convencidos de que, se Deus não nos deu filhos, nem por isso quis diminuir em nós o ideal santo da paternidade e da maternidade, porque sempre poderemos viver esse amor de algum modo e, se for o caso, haverá a possibilidade de adotar, com o devido aconselhamento e prudência, uma ou mais crianças sem lar.

Rezar a oração a São Josemaria: 

Ó Deus, que, por mediação da Santíssima Virgem Maria, concedestes inumeráveis graças a São Josemaria, sacerdote, escolhendo-o como instrumento fidelíssimo para fundar o Opus Dei, caminho de santificação no trabalho profissional e no cumprimento dos deveres cotidianos do cristão, fazei que eu saiba também converter todos os momentos e circunstâncias da minha vida em ocasião de Vos amar, e de servir com alegria e com simplicidade a Igreja, o Romano Pontífice e as almas, iluminando os caminhos da terra com o resplendor da fé e do amor. Concedei-me  por intercessão de São Josemaria o favor que vos peço (peça-se). Assim seja.

Pai-nosso, Ave-Maria, Glória

————————–

8º DIA: EDUCAR OS FILHOS

Reflexão: Palavras de São Josemaria

1) Os pais são os principais educadores de seus filhos, tanto no aspecto humano como no sobrenatural, e devem sentir a responsabilidade dessa missão, que exige deles compreensão, prudência, saber ensinar e sobretudo, saber amar; e que se empenhem em dar bom exemplo. Não é caminho acertado para a educação a imposição autoritária e violenta. O ideal dos pais concretiza-se antes em chegarem a ser amigos dos filhos; amigos a quem se confiam as inquietações, a quem se consultam os problemas, de quem se espera uma ajuda eficaz e amável (É Cristo que passa, n. 27).

2) É necessário que os pais consigam tempo para estar com os filhos e falar com eles. Os filhos são o que há de mais importante: são mais importantes que os negócios, que o trabalho, que o descanso (É Cristo que passa, n. 27).

INTENÇÕES

Peçamos a Deus nosso Senhor, por intercessão de São Josemaria:

A) Que saibamos entregar-nos de verdade à missão de educar integralmente os filhos que Deus nos confiou, sabendo que nada pode substituir o exemplo diário dos pais.

B) Que Deus nos ajude a ver o modo prático de ensinar-lhes as virtudes básicas, como a lealdade, a sinceridade, o respeito por todo tipo de pessoas, a generosidade, o desprendimento, que são o fundamento das virtudes sobrenaturais.

C) Que nunca esqueçamos que – como ensinava São Josemaria – cada ser humano é como uma pedra preciosa, que tem um modo próprio, único, de ser lapidada e de atingir a perfeição. Que evitemos educar os filhos em série, tentando encaixá-los num mesmo molde.

Rezar a oração a São Josemaria: 

Ó Deus, que, por mediação da Santíssima Virgem Maria, concedestes inumeráveis graças a São Josemaria, sacerdote, escolhendo-o como instrumento fidelíssimo para fundar o Opus Dei, caminho de santificação no trabalho profissional e no cumprimento dos deveres cotidianos do cristão, fazei que eu saiba também converter todos os momentos e circunstâncias da minha vida em ocasião de Vos amar, e de servir com alegria e com simplicidade a Igreja, o Romano Pontífice e as almas, iluminando os caminhos da terra com o resplendor da fé e do amor. Concedei-me  por intercessão de São Josemaria o favor que vos peço (peça-se). Assim seja.

Pai-nosso, Ave-Maria, Glória

————————–

9º DIA: DEUS NO LAR

Reflexão: Palavras de São Josemaria

1) Os meios? Há práticas de piedade –  poucas, breves e habituais –  que sempre se viveram nas famílias cristãs, e entendo que são maravilhosas: a bênção da mesa, a oração antes e depois das refeições, a recitação do Terço em conjunto [...], as orações pessoais ao levantar e ao deitar [...]. Dessa maneira conseguiremos que Deus não seja considerado um estranho, a quem se vai ver uma vez por semana na igreja, aos domingos. Que Deus seja visto e tratado como é na realidade, também no seio do lar, porque, como disse o Senhor, onde estão dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles (Mt 18, 20) (Questões atuais do Cristianismo, n. 103).

2) Penso sempre com esperança e com carinho nos lares cristãos, em todas as famílias que brotaram do Sacramento do Matrimônio, que são testemunhos luminosos desse grande mistério divino –  sacramentum magnum! (Ef 5, 32), sacramento grande –  da união e do amor entre Cristo e a sua Igreja. Devemos trabalhar para que essas células cristãs da sociedade nasçam e se desenvolvam com ânsia de santidade (Questões atuais do Cristianismo, n. 91).

INTENÇÕES

Peçamos a Deus nosso Senhor, por intercessão de São Josemaria:

A) Que nos ajude a compreender que nada atrai tanto os filhos para Deus como ver a fé e a prática religiosa de seus pais. Que os filhos notem que nós, os pais, ensinamos com o exemplo de uma conduta impregnada de amor a Cristo.

B) Que os filhos vejam que a participação dos pais na Santa Missa, e em outros atos de piedade, são vividos com fidelidade alegre e não mecanicamente ou como uma obrigação.

C) Que não nos cansemos de rezar uns pelos outros, e especialmente os pais pelos filhos. Que não nos falte uma fé grande em que o carinho, o exemplo e a paciência, unidos a uma oração perseverante – sempre contando com a mediação de Nossa Senhora – , deixarão uma semente plantada no coração dos filhos, que terminará dando o seu fruto.

Rezar a oração a São Josemaria: 

Ó Deus, que, por mediação da Santíssima Virgem Maria, concedestes inumeráveis graças a São Josemaria, sacerdote, escolhendo-o como instrumento fidelíssimo para fundar o Opus Dei, caminho de santificação no trabalho profissional e no cumprimento dos deveres cotidianos do cristão, fazei que eu saiba também converter todos os momentos e circunstâncias da minha vida em ocasião de Vos amar, e de servir com alegria e com simplicidade a Igreja, o Romano Pontífice e as almas, iluminando os caminhos da terra com o resplendor da fé e do amor. Concedei-me  por intercessão de São Josemaria o favor que vos peço (peça-se). Assim seja.

Pai-nosso, Ave-Maria, Glória


Textos para meditar

By Pe. Faus on March 1, 2015

QUARESMA- UM JEJUM GRATO A DEUS
Jejuem os olhos de todo olhar curioso. Jejuem os ouvidos não escutando palavras inúteis e tudo quanto não for conforme ao bem da alma. Jejue a língua da crítica e da murmuração, das palavras vaidosas e inúteis. Jejue a mão de estar sem fazer nada, ou de fazer o que não é seu dever. Mas deve jejuar muito mais a alma dos defeitos e pecados, e de querer impor a sua vontade e os seus juízos. Porque, sem esse jejum, todos os outros são reprovados por Deus.
São Bernardo, Sermão no começo da Quaresma, 3,4.
                                                                                                                     




























Comments